"O comportamento de cada indivíduo resulta não somente do ambiente, mas também da sua representação cognitiva. Albert BANDURA[1], psicólogo de origem canadiana, desenvolve uma concepção segundo a qual o comportamento individual é largamente influenciado pelo olhar dos outros. É pelos actos que os indivíduos produzem as condições ambientais que afectam os seus comportamentos. BANDURA considera a interacção indivíduo, comportamento e ambiente como a base do estudo do comportamento organizacional. Os membros de uma organização aprendem a comportar-se por observação das condutas dos que os rodeiam. A atitude da equipa dirigente é mais importante do que as indicações que aquela possa dar."

[1] Albert BANDURA: L’apprentissage social, Mardaga, 1976 et L’auto-efficacité, le sentiment d’efficacité personnelle, De Boeck, 1997.

Monteserrat, Como Motivar, ob cit, infra
2

Visualizar comentários

A carregar